Activision diz que tema causou menor sucesso de Call of Duty: Vanguard

23

Quem o diz é a própria Activision numa recente reunião com investidores. Segundo a produtora e editora, o tema da Segunda Guerra Mundial foi o causador do menor sucesso de Call of Duty: Vanguard.

Não é que Vanguard tenha sido um falhanço propriamente, foi na mesma um jogo bem sucedido e lucrativo. Contudo, comparando com os dois anteriores lançamentos, Modern Warfare e Black Ops – Cold War, ficou aquém nas críticas e nas espectativas dos fãs, o que levou a uma menor receita de vendas.

Segundo o documento publicado, para a Activision, a culpa do menor sucesso aconteceu deveu-se em parte à “execução” do jogo, falando em “falta de inovação”. Realmente, a campanha do jogo é algo confusa e os modos de jogo, de facto não inovam muito para fazer o jogo brilhar. Adiante, a empresa conclui ainda que o tema em si foi um elemento de desinteresse do público. Aqui, porém, temos as nossas dúvidas.

O resultado, no entanto, foi concreto. O jogo auferiu “menos 300 milhões de dólares do que o esperado”, uma margem substancial para uma franquia milionária, acostumada a facturar bem a cada novo título. Algo não correu bem, de facto, mas, uma vez mais, duvidamos que tenha sido o conflito retratado.

Por mais que se tentem encontrar subterfúgios, a saturação de um jogo por ano não facilita muito quando toca a cativar o interesse de todos. Por outro lado, não podemos esquecer os imensos processos judiciais e as várias polémicas de bastidores em torno da Activision que, muito provavelmente, essas sim, serão instâncias que não ajudam na popularidade da editora, ao ponto de até prejudicar as vendas.