Top 10 – Reviravoltas em enredos de jogos

36

Ah, reviravoltas… ou “plot twists”, como quiserem. Alguns jogos possuem momentos absolutamente surpreendentes que, ou nos fazem coçar a cabeça ou simplesmente ficar impávidos a olhar para o ecrã. É sobre estes momentos este nosso Top 10.

Neste Top temos alguns jogos que até não foram assim tão memoráveis na jogabilidade, no grafismo ou em outros pormenores mais visíveis. O seu enredo até pode nem ter sido muito inspirado. Ainda assim, há um momento neles que fez com que se tornassem inesquecíveis. Temos todos boas memórias de momentos surpreendentes em jogos, pontos-chave épicos que dão a volta à história. Escolhemos aqueles que nos recordamos terem criado autênticos mitos no nosso imaginário.

Nota: Escusado será dizer que temos spoilers em baixo. Porque o enredo é uma das peças fundamentais de bons jogos, se não quiserem estragar a história de um jogo que querem vir a jogar, tenham cuidado com a leitura deste artigo.

10. Metal Gear Solid 2: Sons Of Liberty

Reviravolta: Solid Snake não é o protagonista.

Hideo Kojima é exímio a surpreender os jogadores. Depois do primeiro jogo da série nos ter apresentado o herói Solid Snake, todos aguardavam a chegada da sua segunda aventura. A promoção e o prólogo do jogo, mostravam Snake a infiltrar-se num navio inimigo e a antever um jogo brilhante. Só quando os jogadores pegaram em MGS2 e começaram a jogar é que notaram que depois desse prólogo… era Raiden o protagonista. Snake ainda faz o seu “cameo” mas o “estrago” estava feito.

9. The Last Of Us: Part II

Reviravolta: Afinal, Abby é a verdadeira heroína.

Durante toda a promoção pré-lançamento, fomos levados a crer que esta era uma nova aventura para Ellie e Joel. Mas, algo estava escondido. Infelizmente, uma fuga de informação deu “spoilers” em demasia e o seu impacto foi minimizado. Ainda assim, aquela que parecia a vilã da história (e até é no início), a musculada Abby, acaba por se tornar uma vítima, com uma história com que nos podemos identificar e que acaba por ser a verdadeira peça-chave do argumento deste jogo.

8. Portal 2

Reviravolta: Wheatley trai Chell.

Logo nos primeiros instantes da acção, um pequeno robot voador, Wheatley ajuda a protagonista a escapar das ciladas da infame Inteligência Artificial GlaDOS. Contudo, mais lá para a frente, começamos a ver que algo não está bem na “mente” do nosso “amigo” robot. A sua megalomania começa a tomar formas gigantescas e eventualmente Wheatley decide que Chell o usou todo este tempo. Então decide que tem de ser eliminada. Curiosamente, é GlaDOS quem nos ajuda depois.

7. Batman: Arkham City

Reviravolta: Toda a porção final do jogo.

Durante uma boa parte do jogo achamos que o seu vilão é Hugo Strange. Isto, porque o antagonista eterno Joker está em estado crítico, infectado com Venom. Também Batman está infectado e precisa encontrar uma cura, já agora. Contudo, lá mais para o fim percebemos que Batman foi enganado. Não só o curado Joker é, na verdade, Clayface disfarçado, como o Rei Palhaço do Crime engendrou todo este plano para usar Batman. Infelizmente, o seu plano falha e o fim chega ao antagonista.

6. Fallout 4

Reviravolta: Afinal, Shaun é o cabecilha do Instituto.

O ponto fulcral do enredo deste jogo é a procura do filho do protagonista, Shaun. Como estivemos tanto tempo em criogenia, anos passaram e a Commonwealth é um local perigoso, invadida por perigosos andróides do Instituto. Ainda assim, temos esperança que Shaun tenha sobrevivido e passamos o tempo todo a perseguir pistas. Para nossa surpresa, quando finalmente enfrentamos quem está por detrás do Instituto… encontramos Shaun, agora adulto e com uns pensamentos muito radicais.

5. Red Dead Redemption

Reviravolta: John Marston é traído pelo Estado.

Desde o início da trama que percebemos que Marston está a trabalhar com os agentes federais de forma relutante. É uma parceria injusta, que o obriga a perseguir os seus ex-companheiros do gangue de Dutch em troca de uma pretensa libertação das acusações. Os agentes, porém, têm outros planos. Depois de fazer o favor de perseguir todos os bandidos, Marston regressa a casa para finalmente descansar com a família. Pura ilusão. Os agentes fazem uma emboscada e é o fim do anti-herói.

4. Modern Warfare 2

Reviravolta: Shepherd é um agente duplo.

No mundo da espionagem, as operações especiais são o braço armado dos esquemas e contra-ataques de governos e movimentos ideológicos. Depois de perder milhares de soldados, o plano do General Shepherd parece ser eliminar o famoso terrorista Makarov. Contudo, uma missão de busca de informação, revela-se um embuste. Afinal, a informação incrimina o próprio Shepherd como verdadeiro mentor dos ataques. O “pagamento” para a Task Force 141 é ser abatida a sangue frio pelo General.

3. Final Fantasy VII

Reviravolta: Aerith é assassinada por Sephiroth.

A saga de Cloud Strife fá-lo cruzar-se com muitas personagens coloridas e até tem de lidar com algumas mortes impactantes ao longo do caminho. Mas, nada faz prever o final trágico de Aerith. A jovem é bem mais que uma companheira de aventura, é também o seu interesse amoroso e uma figura simpática. Até que o eterno antagonista, Sephiroth, surge do anda e mata-a a sangue frio, num momento ainda hoje chocante e francamente imprevisível. Não admira que Cloud o odeie tanto.

2. BioShock

Reviravolta: Estamos hipnotizados para fazer a vontade de Atlas.

Ao longo do jogo, somos levados a crer que Andrew Ryan precisa morrer. Não é que este líder da cidade Rapture seja inocente mas há algo que só vamos perceber quando finalmente o enfrentarmos cara-a-cara. As palavras “Would you kindly” são bem mais que mera educação a pedir um favor, é uma programação hipnótica que obriga o protagonista a fazer tudo o que lhe mandam. Não foi só Ryan que nos usou, porém. O nosso “amigo” Atlas fez de nós a sua arma e é o verdadeiro antagonista.

1. Star Wars: Knights Of The Old Republic

Reviravolta: Durante todo este tempo, nós somos Darth Revan.

Ao longo da história, somos incumbidos de perseguir e enfrentar a ameaça Sith, encabeçada por Darth Malak, agora que o seu mestre Darth Revan alegadamente morreu num ataque da República. Como podemos usar a Força, ou nos aliamos aos Jedi ou tornamo-nos num Sith. Seja qual for a decisão, nada nos prepara para o momento em que enfrentamos Malak e ele próprio nos revela quem realmente somos: o seu mestre Revan, enganado pelos Jedi. Afinal os bons também mentem…