Insólito: Publicidade de War Thunder mostra um desastre real

wartinder4

É mais um marco infeliz para este jogo de simulação, depois dos seus fóruns servirem para passar informação secreta ou classificada. Agora, War Thunder usou uma fotografia de um desastre real para promover o jogo.

Regra geral, a produção da Gaijin Entertainment lá tenta “apagar fogos” sempre que algo indevido acontece nos seus fóruns, numa eterna guerra de moderação que parece não ter fim. Apesar das mais diversas advertências e castigos, a comunidade parece determinada a quebrar as regras a seu “bel-prazer”. Há quem ache que as suas acções são escassas mas, isso é outro assunto. Só que, neste caso, não foi um jogador mais pernicioso a partilhar uma imagem indevida, foi mesmo a Gaijin a cometer o erro.

Aquilo que podia ser só mais uma imagem promocional de um novo evento, chamado “Seek & Destroy”, rapidamente se tornou num enorme embaraço para a Gaijin. Numa primeira análise, talvez não identifiquem nada de anormal, uns aviões a disparar uns mísseis e umas explosões de fundo. Só que, olhares mais atentos descobriram que uma das explosões é de um desastre real, uma tragédia que nem sequer aconteceu em ambiente de guerra e que deixa a Gaijin muito mal vista:

Se olharem para a imagem no lado esquerdo em frente ao F-15C, notarão uma nuvem de explosão, com detritos ardentes a cair para terra. Acontece que essa é uma fotomontagem de muito mau gosto, já que a explosão é da nave espacial Space Shuttle “Challenger” que se desintegrou após lançamento, em directo para todo o mundo no ano de 1986, chocando quem viu em directo. Todos os sete tripulantes faleceram no acidente, sendo uma das imagens que marcaram os anos 80 e a própria história da exploração espacial. Aquela nuvem é inconfundível e é inacreditável que a Gaijin tenha pensado que ninguém repararia nisto.

Space Shuttle “Challenger”, 28 de Janeiro de 1986. Crédito: NASA

Não é, de facto uma tragédia para ser explorada numa imagem promocional, como aliás nenhuma imagem deste tipo é. Em resposta à descoberta pelos jogadores e à devida chamada de atenção, a Gaijin fez saber que o uso da imagem na promoção foi um “acidente”, pedindo desculpas pelo sucedido. É um pouco difícil de acreditar que alguém não tenha reparado que explosão se tratava, honestamente. Mas, enfim, pelo menos a dita montagem foi já removida dos canais oficiais e ainda foi prometido que situações destas não iriam acontecer mais. Todavia, é claro que, já sabem, a “internet não esquece”.

Não é a primeira vez que uma imagem real inapropriada chega a um videojogo. Há vários relatos de imagens que são usadas indevidamente, sejam em fotomontagem, como neste caso, seja em edições de cenas intermédias ou em jogo. Em casos muito particulares, algumas dessas imagens são até usadas sem autorização. Há até mesmo um relato de um cadáver real usado numa textura de um jogo. Mas, isso não é desculpa para a Gaijin, obviamente. Sempre que acontece, é condenável, seja ou não um (alegado) “acidente”.

Comentários

Comentários