Desafio Gamer 250 Dias – Dia 7

1538

Dia 7 – Um game que você ame a história

Muitos jogos tem boas histórias, Mass Effect, Metal Gear Solid, Resident Evil ou até mesmo Fallout, são jogos em que as histórias agarram-nos desde o início e fazem nos comprar as sequelas, mas há um jogo que me surpreendeu, o Portal! 

Tudo começou por um jogo independente chamado Nerbacular Drop, criado por estudantes da DigiPen Institue of Technology e durante uma convenção do instituto a Valve viu o jogo e convidou toda a equipa a mostrar o jogo nos escritórios da Valve. Durante essa apresentação Gabe Newell, fundador da Valve Corporation, ofereceu a toda a equipa um lugar na empresa para desenvolver um jogo, tendo em base o conceito criado em Nerbacular Drop.

O jogo em questão que Newell se referia era Portal e passado cerca de 2 anos e 4 meses estava concluído e sem mais do que 10 elementos na equipa de produção. Foi considerado, em 2007, como o jogo mais original e teve vários elogios devido ao seu humor negro e jogabilidade sem precedentes. A história, apesar de estar interligada com Half-Life não obriga a conhecer o jogo, embora eu recomende a todos jogar!

Em Portal, encarnamos o papel de Chell, numa prespectiva de primeira pessoa, que terá de passar uma série de desafios criados pela GLaDOS, uma vilã com muito humor… negro!
Para passar estes desafio, Chell conta com a ajuda da Aperture Science Handheld Portal Device ou também conhecido pela comunidade como Portal Gun. Esta “arma” tem uma particularidade bastante interessante, dispara dois tipos de portais, um azul e um laranja.
Estes portais, quando estão ambos abertos, fazem ponte entre si permitindo o nosso teletransporte e variadas maneiras de concluir cada desafio.

Portal tem lugar na Aperture Science, uma corporação de investigação responsável pela criação da Portal gun e pela GLaDOS (Genetic Lifeform and Disk Operating System) cuja criação foi iniciada em 1986 em resposta a uma tecnologia da Black Mesa (Half-Life) que trabalhava também com portais. Cerca de 13 anos depois a construção de GLaDOS foi concluída e a sua inteligência artificial foi activada sem ser préviamente testada.
Imediatamente depois da sua activação, GLaDOS lançou uma neurotoxina acabando com todas as pessoas da Aperture Science. A partir daqui, GLaDOS diverte-se a observar humanos a tentar passar os seus desafios.
Toda a história da Aperture Science é revelada através de mensagens de audio enviadas pela GLaDOS, o jogo começa com Chell a acordar de uma cama de stasis e a ouvir as suas primeiras instruções para o seu primeiro desafio, os primeiro desafios servem como uma breve introdução ao jogo e explica toda a sua mecânica.

Portal é um óptimo jogo para quem gosta de quebra-cabeças, podem adquiri-lo para a vossa Xbox 360 ou PlayStation 3 através da Orange Box, que é nada mais nada menos que um disco com 5 jogos: Half-Life 2, HL2: Episódio um, HL2: Episódio dois, Portal e Team Fortress 2. Para PC e Mac podem adquirir através do Steam.
O segundo título, também disponível para as plataformas anteriores, pode ser encontrado nas vossas lojas habituais e Steam para PC e Mac.

Se não perceberam o desafio leiam aqui a explicação.