Desafio Gamer 250 Dias: Dia 24 – Street Fighter

1629

Dia 24 – Um game para celebrar

Street Fighter dispensa qualquer tipo de apresentação. Estreou-se no longínquo ano de 1987, mas foi com o segundo título que teve maior sucesso em 1991, desde então tem saído várias sequelas vendendo um total de 33 milhões de cópias. Recentemente, para comemorar o vigésimo quinto aniversário da série, saiu um set que trás os melhores jogos Street Fighter, Filme, Documentário, Série animada e ainda 11 discos de banda sonora. É a perfeita edição para comemorar! 

Vamos recuar um pouco na história até 1976, quando a SEGA lançou Heavyweight Champ, o primeiro jogo de luta da história. Era bastante simples e os controlos estavam situados dentro de duas luvas de boxe. O próximo jogo de luta só saiu passado 8 anos, com o jogo Karate Champ da DataEast. Este é considerado o primeiro jogo onde se podia jogar a dois. Seguindo os seus passos, a Konami lançou o jogo Yie-Ar Kung Fu adicionando gráficos acima da média, com imensos detalhes no cenário.
Devido ao sucesso destes jogos a Capcom decidiu por mãos à obra e lançar o seu próprio jogo e assim nasceu Street Fighter em 1987.

Criado por Takashi Nishiyama e Hiroshi Matsumoto, o jogo colocava-nos na pele de um lutador bastante experiente, de nome Ryu, num torneio
mundial de artes marciais. As lutas variavam entre 5 países com 10 adversários diferentes e tinha ainda a possibilidade do segundo jogador entrar a qualquer altura do jogo, controlando Ken, o inimigo directo de Ryu.
O seu sucesso mundial de Street Fighter só aconteceu depois do lançamento da sequela em 1991, Street Fighter 2 foi o primeiro jogo a permitir
a escolha entre vários lutadores, cada um com o seu tipo de luta e combinações diferentes. Desde então têm saído vários jogos tendo sempre a
mesma base de sucesso, adicionando novos lutadores e obviamente melhores gráficos.

Recordo-me especialmente de Super Street Fighter II Turbo, o número de disquetes eram tão grande como o seu título. As suas 8 disquetes
proporcionavam uma instalação muito demorada e quase desesperante para a sua época, no entanto os seus 16 lutadores disponíveis para escolha no jogo compensaram o tempo de espera.
Numa certa tarde de jogo surgiu-me uma personagem que eu desconhecia por completo. Entrou em campo derrotou o M.Bison com alguns golpes e pôs-se em posição de combate. Na altura controlava Fei Long e nem sabia o que fazer. Olhei para a barra da vida e ele não tinha nome, no sítio da sua fotografia estava um quadrado preto. “Quem é este?!” perguntei eu… Assim que o combate começou e fez imensos combos com sombras e bolas de fogo, e num piscar de olhos acabou comigo.
Na altura não fazia ideia o que é tinha feito para ele tinha entrado em campo, mas hoje fui pesquisar e parece que era necessário derrotar os primeiros 8 lutadores sem continues, ter o recorde máximo de pontos do jogo e chegar ao Bison em menos de 25 minutos… depois de saber isto fiquei impressionado como fiz isto com os meus 11 anos.  Hoje em dia, sou grande fã do Akuma e sempre que posso jogo com ele.

O sucesso de Street Fighter não se ficou pelos jogos, teve uma série animada que passou no canal SIC Radical e um filme [péssimo] com o Van Damme na pele de Guile.

Resta-me saber se vocês também são fãs de Street Fighter e se tiverem alguma história partilhem comigo!

Se não perceberam o desafio leiam aqui a explicação.