Desafio Gamer 250 Dias: Dia 16 – Borderlands

1572

Dia 16 – Um game que você acha a história ruim

Ocorreram vários jogos, mas vou falar de Borderlands visto que a sequela acabou de chegar às lojas. Borderlands não é um mau jogo, nada disso, mas a sua história… é mesmo mázinha. Felizmente a jogabilidade e o modo cooperativo compensa a história. 

Borderlands para quem não conhece é um first person shooter de 2009 criado pela Gearbox Software, aliás diria mais um action-RPG porque tem uma vertente bastante grande de Role Play. Os gráficos são em celshading dando um aspecto colorido e cartoonesco e à nossa disposição temos milhares de armas. A produtora conseguiu arranjar uma forma de criar as armas de forma aleatória, fazendo com que cada arma não seja igual à anterior.

O jogo é super divertido de jogar, principalmente quando é feito com amigos online, mas o que falha bastante é a sua história. História essa que se passa num longinquo planeta chamado Pandora, que é bastante rico em recursos naturais, motivo que leva grandes empresas a colonizá-lo e a extrair todos os recursos, mas assim que estes chegam ao fim os investidores decidem abandonar o planeta e deixar toda a população por conta própria e sem recursos financeiros num planeta devastado e repleto de criaturas monstruosas.
Algum tempo depois são descobertas ruínas alienígenas com um cofre misterioso no seu interior. Os rumores espalham-se rapidamente e começam a surgir aventureiros e gangues para tentar abrir o cofre e descobrir o que está no seu interior e nós somos um desses aventureiros.

Esta é a história, que na minha opinião é bastante simples e nada mais tem a acrescentar, mas como já disse o que compensa é a jogabilidade do jogo, a sua simplicidade e aquela sensação de querermos sempre descobrir uma melhor arma ou armadura, o mesmo sentimento de jogos como o Diablo. Se são fãs de RPGs e Shooters eu recomendo jogar Borderlands!

Se não perceberam o desafio leiam aqui a explicação.