Foi durante o Moche XL Games Word que tive oportunidade de falar com Alexandre Apolinário, Game Designer de Chronos aquando do evento paralelo Indie X 2019. Este título independente nacional está a concorrer nos Prémios PlayStation e está entre os dez finalistas desta prova. E nota-se porquê.

O projecto está a ser desenvolvido desde Janeiro deste ano mas o Alexandre mostra-se bastante orgulhoso do que foi já criado neste relativamente curto espaço de tempo. Trata-se de um jogo de puzzles em 2D onde o controlo do tempo é a nossa única habilidade, além do salto. Consegui experimentar todo o nível disponível para ser jogado e confesso que gostei imenso do que tive em mãos.

Apesar de simples, o jogo agarrou-me logo assim que o iniciei. As mecânicas de controlo do tempo funcionam extremamente bem e o jogo obriga-nos a ir testando e tentando novas maneiras de ultrapassar os obstáculos. Requer alguma persistência mas não é, de todo, frustrante.

Pela conversa com o Alexandre, percebemos que o jogo tem várias referências emocionais, sobre a família e os sentimentos pessoais, sempre com uma aura de mistério em torno da personagem que controlamos. Ao longo do jogo, vamos encontrando outras personagens mas, nesta fase da produção em andamento, ainda não temos mais pormenores sobre o seu papel na história.

Os outros dois elementos que me chamaram à atenção foi a arte do jogo e a banda-sonora. A primeira é belíssima e cheia de elementos estranhos e peculiares. Parece um autêntico quadro de Salvador Dali em alguns momentos, cheio de mensagens subliminares sobre a história. Quanto à música, esta acompanha muito bem toda a jornada. Existem até algumas alterações no volume quando estamos perto de ultrapassar um determinado puzzle.

Mesmo tendo em ideia que o que experimentei foi um nível em produção ainda curto, as primeiras impressões deste Chronos são, ainda assim, excelentes. Foi o jogo que mais me atraiu em todo o evento, como já disse, sendo também aquele que senti que tem o maior potencial e originalidade de todos os indies que pude jogar.

Além de ser um dos dez finalistas dos Prémios PlayStation, Chronos ganhou o Nordic Game Discovery Contest in 2019 e irá representar Portugal na Suécia em 2020. Em Janeiro de 2020, ficaremos a saber se será um dos vencedores dos Prémios PlayStation. Nós, estaremos obviamente atentos.