10 dicas para quem sair do Vault 111 em Fallout 4

14496

Bem vindos a esta formação da Vault-Tec. O mundo fora do Vault 111 está cheio de perigos constantes e, no caso de perderes a cabeça e decidires sair, é preciso que saibas algumas coisas importantes para te preparares.

Olá cidadão do Vault 111. A Vault-Tec está sempre atenta às tuas necessidades e preparou esta pequena lista que deverá servir para que te prepares para desafiar o exterior hostil e repleto de pessoas e coisas que te odeiam. Já lá vai um bom tempo em que podias simplesmente passear pela rua sem seres atacado por seres mutantes ou sucumbires por excesso de radioactividade, por isso, lê com atenção!

10 – Cuidado com a Radiação!

É de caras, não amigo? Há uns 200 e tal anos atrás uma bomba nuclear explodiu mesmo à porta do nosso Vault 111. Por isso, é normal que tudo neste mundo esteja irradiado. Acima de tudo, tem cuidado com a água, em especial a estagnada. Quando te dá sede tens vontade de beber aquela água fresca daquela sanita abandonada, não é? Até recuperas energia e tudo! Ou então queres matar a fome com aquela carne de mosca gigante voadora que mataste há bocado. Bom, tudo isto é bom para te manteres com energia, mas ficas já a saber que ficarás contaminado com radiação em quase tudo o que ingeres.

Não te preocupes que a Vault-Tec pensou em ti. No teu inventário deverás encontrar dois químicos essenciais: Rad-X que te dá alguma protecção extra se tiveres mesmo de te expor à radiação e RadAway para limpar o teu organismo desses famigerados electrões renegados. Lembra-te que radioactividade a mais diminui a tua barra de energia e deixa-te debilitado. Além de outros efeitos secundários… ninguém gosta de um braço extra na barriga, certo?

9 – Escolhe bem como queres ser S.P.E.C.I.A.L.

Sabes que és especial? Na verdade és S.P.E.C.I.A.L., uma sigla que junta diversas qualidades: Strength (Força), Perception (Perspicácia), Endurance (Ritmo), Charisma (Carisma), Intelligence (Inteligência), Agility (Agilidade) e Luck (Sorte). Ora, é normal que despercebas a importância de escolher bem o teu percurso na árvore de evolução. Afinal és um ser humano e todos sabemos quem levou a esta guerra nuclear que quase matou toda a gente… No entanto, é muito importante que escolhas quais os atributos que queres evoluir e quais podes apostar menos. Há evolução em todos estes atributos e cada um oferece bónus (perks) para os mais dedicados.

Se queres ter mais força para transportar mais equipamento, podes optar pela Strength, mas se queres correr mais depressa e não perder tanta energia, escolhe ter mais Endurance. Se queres estar mais atento ao mundo que te rodeia e descobrir todos os segredos, opta pela Perception, mas se preferes influenciar mais os outros com o teu charme, Charisma é para ti. Enfim, há muitas formas de abordar o mundo. Se estás indeciso, opta por um equilíbrio entre todas, mas não esqueças a Intelligence ou nem consegues entender este texto.

8 – Constrói um abrigo e melhora armas e armaduras

Assim que puderes, instala-te num bom abrigo. Sugerimos que te instales num local onde estejas à vontade, preferencialmente fora das localidades. Afinal, és um aventureiro e se explodires alguma coisa nas tuas experiências, não magoas ninguém. Podes começar por aproveitar a estação abandonada da Red Rocket algures perto do Vault 111. Lá encontras todas as bancadas necessárias de crafting para construires ou melhorares armas e equipamento. E não percas tempo! Evolui a tua armadura e acrescenta extras e mais poder de fogo às armas. E apesar de já teres um bom abrigo erguido, é boa ideia expandi-lo com geradores para luzes e até mobiliário para o teu conforto (e do teu cão, não te esqueças do bobí!).

Recorda-te apenas que para tudo é preciso dinheiro (caricas, na verdade, é uma longa história…) e muitos materiais, desde tecido, aço, madeira, borracha, etc. Não precisas ser um cientista para perceber que é preciso matéria prima para construir paredes, pois não? Tem especial atenção que todas as armas e utensílios que tens em casa são valiosos… não só para ti. Assim que ficares famoso, haverão muitos amigos do alheio nas redondezas. Monta protecções, armadilhas e muros. Só uma dica: Não construas demasiados abrigos no início. Foca-te num só durante algum tempo, até porque não vais gostar andar com tábuas às costas durante quilómetros para montar o loft tua casa na praia…

7 – Foca-te numa só arma e abusa do V.A.T.S.

Há muitas e interessantes armas espalhadas pela Commonwealth. Algumas são relíquias que ficaram desde os tempos áureos da evolução tecnológica, outras são fruto do engenho (e do desespero) dos sobreviventes. Todas possuem a suas próprias características, são personalizáveis nos teus abrigos e até pode ser modificadas para outro género de arma. O que recomendamos, é que te foques num só tipo de arma. Deves ter sempre uma arma de grande potência para inimigos mais fortes, uma de tiro rápido para quando sofres uma emboscada e uma mais leve, para o combate próximo e inimigos menos perigosos. Também deves carregar alguns explosivos para aquela limpeza geral que às vezes é preciso fazer. De resto, amigo, é só peso. Não andes com demasiadas armas iguais, evita teres mais de uma variante da mesma pistola, espingarda ou metralhadora. Mas não deites fora. Desfaz para obteres os materiais e usar na construção ou melhoramento das tuas armas principais.

E quando tiveres de as disparar, lembra-te do V.A.T.S.! O Vault-Tec Assisted Targeting System é a menina dos nossos olhos! Com a ajuda do teu Pip-Boy, tens aí um computador de tiro super-eficaz. Não só abranda o tempo (ciência, amigo!) como consegue dar-te cálculos de tiro e respectiva percentagem de dano. Escolhe a área do corpo e executa, o Pip-Boy faz o resto. Acredita em nós, o sistema dispara melhor que tu! É particularmente útil quando estás rodeado ou perante inimigos mais perigosos. Respira fundo e deixa o V.A.T.S. fazer o resto.

6 – Dorme sempre que puderes

Parece uma piada, mas não é. Dormir é bom. Nota só as vantagens: Recuperas energia, curas alguns vícios (perdem efeito) e ainda ganhas um bónus de descanso que te dá alguma energia extra. Além disso, passam algumas horas (tu é que escolhes) e isto é útil para o caso de estar de noite e teres medo do escuro ou então está a chover e não estás bem agasalhado. Subitamente acordas de manhã e com aquele sol que tanto gostas. Outra vantagem é que cada vez que dormes, o teu progresso é salvo na base de dados da Vault-Tec. Que é o mesmo que dizer que “salvas o jogo”, mas isso levaria muito tempo para te explicar o que é.

Assim que tiveres um abrigo, construi uma cama. Mas vais encontrar muitas camas improvisadas um pouco por todo o lado. Lençóis são opcionais, até porque, com tanto exercício diário (e suspeitamos que é também por causa da radiação), terás um sono pesado, vai por nós… Nota que só podes dormir em camas que não estejam ocupadas (lógico, não?). Também não podes dormir com a Power Armor vestida, além de partires a cama com o peso, não seria lá muito confortável.

5 – Prepara-te sempre antes de sair do abrigo

Esta também é óbvia não é? Mesmo que não sejas muito metódico não deves ser apanhado desprevenido. Se estás na segurança do abrigo de pijama e armado com a vassoura, não vás a correr matar um Deathclaw. Há que preparar cada missão. Leva munições que tenhas (guarda-as se não precisares), cozinha ou angaria mantimentos, repara armaduras e escolhe as armas próprias para o que vais fazer. Lembra-te que os recursos não são eternos e precisas ter mantimentos e outros extras a mais para imprevistos. É útil ter três tipos de armazém para três tipos principais de missão: angariar materiais, explorar novas áreas ou assalto directo. Claro que podes ter mais, é apenas uma sugestão… Afinal, estamos todos a aprender, certo?

A melhor forma de te preparares é observando o tipo de missão que será. Se fores para uma cidade nova e sabes que vais encontrar hostilidade, leva armadura média para resistires aos ataques, mas que te permita correr se for preciso. Se fores só angariar materiais, talvez nem precises de armadura e deves levar pouca coisa para não ficares muito pesado (leva sempre uma arma, obviamente). Agora se for um assalto puro e duro, vai vestir a Power Armor e engata a mini-gun porque o fogo de artifício vai começar.

4 – Salva o progresso MUITO, não esperes pelo autosave!

Quem te avisa, teu amigo é! Tentámos implementar imensas formas de salvares o teu progresso. Uma delas, já te dissemos: sempre que dormes. Mas há mais. Cada vez que consultas o teu Pip-Boy por exemplo, vamos salvando os teus feitos e conquistas. O mesmo acontece quando mudas de área ou entras num edifício e também quando sais para o mundo exterior. Também quando evoluis a tua carreira ou passas um evento importante, criamos um ponto de restauro para, se acontecer alguma coisa, não ficares desprevenido. Mas nota que tudo isto pode não ser suficiente. Convém saberes que tens um menu especial onde podes salvar manualmente num ficheiro próprio ou num quicksave. É rápido e vai-te ajudar bastante.

Mas atenção: lembra-te que também salvamos falhas!. Isto significa que é preferível que cries ficheiros diferentes para cada fase, sobretudo antes de situações que prevejas serem complexas. Pode acontecer que cometas um erro e fiques sem munições ou sem mantimentos para recuperar energia. Se ignoras o que os teus amigos da Vault-Tec te dizem e só tiveres um ficheiro, podes ficar em apuros, sem forma de voltar atrás no tempo (ciência novamente, amigo!). Salva muito, várias vezes e em vários ficheiros. Não deixes o futuro ao acaso.

3 – Não abuses da Power Armor

Que grande estilo! Pareces um daqueles soldados dos filmes de ficção científica, não é? Pois bem, essa armadura é mesmo fantástica e temível. Mas, tal como tudo na vida, a Power Armor tem limites. Sim, resiste muito mais ao dano, pode carregar armas e equipamento mais pesado, tem capacidades únicas e, pronto, dá-te um ar de super-soldado que tanto desejas. Só que a armadura torna-se um empecilho em algumas missões mais simples em que precisamos de nos movimentar mais furtivamente (experimenta ser subtil vestido com placas de aço!). E depois, tem uma bateria limitada (Fusion Core) e que é rara de encontrar. Infelizmente, o Plutónio não abunda nestes dias, o que, com tanta radioactividade à volta, não deixa de ser irónico. E quando ficamos sem bateria, deixamos de poder correr ou usar as vantagens da armadura.

Inevitavelmente, sem energia, temos de sair da armadura. E assim, não só ficamos mais vulneráveis aos inimigos, como já não ficamos com ar tão temível. Pior! A armadura é um item apetecível por todos e se não tiveres cuidado, roubam-ta. Aliás, é boa ideia, mesmo no abrigo, colocar armadilhas quando não a usares. Acima de tudo, pensa se a Power Armor é mesmo necessária em casa missão. Pode ser útil para combate, mas podes executar a missão sem ela? Poupa-a para aquele bichito tramado chamado DeathClaw que viste algures perto de um armazém. Não a uses para ir apanhar cogumelos para o jantar. E sempre que a deixares em casa ou noutro sítio, retira a bateria e leva-a contigo. Ninguém vai roubar um brinquedo sem pilhas…

2 – Não faz mal se fugires!

Sem munições ou armas suficientemente poderosas, com uma armadura fraca ou mesmo a Power Armor sem energia, não és lá muito temível para um Super Mutante armado com uma caçadeira. Não há mal nenhum se o teu instinto te disser para fugires. Na realidade, nos primeiros dias que saíres do Vault 111 o mundo até é brando para ti (não te conhecem ainda, talvez). Mais à frente, porém, vais encontrar momentos desafiantes e não fiques triste se o teu equipamento te deixar ficar mal. Não tenhas vergonha de fugir de um bando de toupeiras mutantes. São pequenas e ridículas, parecem fáceis de matar, mas em número podem surpreender-te. Mais vale fugir, a sério… (e chama o cão, não o deixes ali a ganir, coitado!)

Em muitas missões vais andar primeiro pelo perímetro a ver o que te espera. Se vires que os inimigos são numerosos, com muitas armadilhas ou torres automáticas, não és nenhum cobarde se decidires voltar mais tarde. Não forces a situação. A Wasteland é um mundo aberto e podes fazer inúmeras coisas para evoluir e voltar numa ocasião em que já não gozam contigo. Se esqueceres esta dica, avisamos-te que esse teu orgulho te vai obrigar a recarregar um ponto de restauro muitas vezes… isto se o mesmo orgulho não te fez ignorar o ponto em que te dizemos para salvar frequentemente…

1 – Não tenhas pressa!

Amigo… passaram-se duzentos e tal anos desde que andaste nesta Terra. Qual é a pressa? Tudo bem, queres descobrir o que se passou com a tua família e tudo mais, mas tem calma. Tal como no ponto acima fica bem claro, a precipitação mata nesta Wasteland. Não gastes os recursos todos a explorar uma área qualquer, não tenhas pressa de executar missões na história principal, sobretudo se estás ainda com equipamento fraco. Explora muito, procura recursos para os teus abrigos e ajuda as pessoas que encontrares que te peçam ajuda. Há muitos segredos espalhados pela Commonwealth que só são revelados aos mais pacientes. Lembra-te sempre que este é um mundo aberto à exploração e não é nada linear.

Sempre que vires que há um momento de elevada importância na tua evolução, abranda o ritmo e consulta o teu Pip-Boy para veres se tens alguma missão secundária pendente. Há também upgrades específicos para armas e equipamento que podes dedicar-te para obter. Só deves avançar no enredo principal (não dá tempo para explicar aqui o que é isto de “enredo principal”) quando vires que já não tens nada de imediato para fazer.

E que tal, cidadão do Vault 111? Estás pronto para entrar na Wasteland? A Commonwealth deve estar ansiosa por te receber, sobretudo a vida selvagem mutante e os meliantes. Não estamos a meter-te medo, pelo contrário! Queremos que sejas o futuro da humanidade, seja lá o que ele for. E bem sabes que esta lista é para teu bem, palavra de Vault-Boy!

Entretanto, espera pela análise do WASD do jogo Fallout 4 que deve estar quase aí a rebentar…