Mais infoProdutora: Mobot Studios, Inc.Editora: Mobot Studios, Inc.Lançamento: 13/11/2014Plataformas: , , , Género:

Depois de ter saído para as plataformas Android e iOS, Paper Monsters Recut foi posteriormente lançado para o Steam. Ou não fosse um título de plataformas, no dia 13 de Novembro chegou a vez de fazer também da Wii U a sua nova casa, através da eShop.

De facto é compreensível que no universo Mobile e até mesmo no PC, os jogadores sintam falta de um bom título de plataformas que se inspire no melhor que os títulos de Super Mario têm para oferecer. Já na consola da Nintendo a coisa muda de figura. Será que há espaço para este novo título de plataformas na consola da Nintendo?

Claro que sim. Apesar de não ser perfeito, diga-se, mas se forem fãs do género, Paper Monsters Recut da Mobot Studios, Inc. tem umas boas horas de diversão à vossa espera. Em termos de visualismo, uma vez que toda a acção se vai passar num mundo feito de papel, tanto os cenários como o protagonista pareceram-me inspirados em Tearaway. Inspirados mas não uma cópia, todos eles são bem coloridos e vibrantes.

Neles vamos encontrar uma jogabilidade fortemente inspirada nos títulos de Super Mario, ou pelos menos assim parece. No que diz respeito aos inimigos que vamos encontrar, nada mais simples do que saltar-lhe em cima para o derrotar. Até mesmo as lutas contra bosses requerem que lhes acertemos 3 vezes para os derrotar. Em vez de 3 estrelas, temos 3 clipes para encontrar e não coleccionamos moedas mas sim botões. Uma simples homenagem ou uma “inspiração” pouco disfarçada, um facto é que apesar de não ser tão evidente nas outras plataformas, na casa da Nintendo estes são aspectos que saltam imediatamente à vista.

Eu prefiro considerar Paper Monsters como uma homenagem à tradicional fórmula que o género de plataformas tem para oferecer. Com o pressionar de um botão podemos andar mais depressa e consequentemente saltar mais alto e mais longe e podemos também executar um salto duplo. Mas a coisa não fica por aqui, também inova. Podemos assumir a forma de um submarino, vamos ter acesso a lasers e até mesmo a um jetpack. Apesar do agradável que é percorrer todos estes níveis, a passada não deixa de ser aparentemente lenta. Talvez contribua para isso mesmo a ausência de história (apesar de, por vezes, nos cruzarmos com algumas criaturas amigáveis) e o facto de em todos os níveis termos sempre o mesmo para fazer.

Claro que não nos podemos esquecer que originalmente este título podia ser encontrado apenas nas plataformas móveis. Esta versão que chegou à Wii U e Steam pode e deve ser considerada a versão definitiva e na consola da Nintendo é bem agradável jogar remotamente no Gamepad. No entanto não deixa de ser uma pena olhar para Paper Monsters Recut e ver que este é um título que claramente podia ter mais para oferecer. Temos uma boa acção de plataformas, claro, podemos transitar entre planos bem ao estilo de Donkey Kong, inimigos para derrotar e segredos para descobrir. No entanto apesar de ser igualmente agradável em termos visuais parece que falta ainda qualquer coisa. Alma talvez?

 Veredicto

Paper Monsters Recut, chega como um bom título de plataformas mas que podia ter mais para oferecer. Se estão à espera do desafio das vossas vidas, desenganem-se pois não será aqui que o vão encontrar. Devido à sua simplicidade, atravessar os vários cenários deste título, por muito agradável que seja, é bastante linear e sugere alguma repetição. Não obstante, apesar de não conseguir destronar os veteranos do género, consegue nas suas 6 a 8 horas de jogo (depende se quiserem apanhar e descobrir tudo ou não) proporcionar bons momentos aos fãs do género. Não deixa, por isso, de ser uma boa adição à biblioteca da eShop.

Esta análise foi realizada com uma cópia de análise cedida pelo estúdio de produção e/ou representante nacional de relações públicas.