Polícia invade escritórios da Starbreeze, um preso

122

A operação policial pode estar relacionada com o recente anúncio de reestruturação administrativa.

Ainda ontem anunciámos que a Starbreeze, a editora Sueca da Overkill Software, estaria num processo de reestruturação por causa do fracasso comercial de The Walkind Dead. Bom, é caso para dizer: “isto escalou rapidamente”.

Segundo uma notícia avançada pelo site Expressen, os escritórios da editora em Estocolmo foram invadidos pela polícia com base numa suspeita de “crimes internos”, avançando ainda que um elemento da empresa terá sido preso e diversos computadores e documentos terão sido apreendidos pelas autoridades.

O site Games Industry Biz recebeu uma nota de imprensa da Autoridade Sueca, confirmando a visita da Autoridade para o Crime Económico da Suécia (ECO/EBM), a prisão de um dos elementos e a apreensão de itens. Segundo o comunicado, esta operação policial surge em sequência de uma investigação que envolve a suspeita de trocas comerciais internas. Segundo a editora, a própria Starbreeze “não está sob suspeita e está a colaborar com as autoridades”.

Seja como for, estas notícias não são muito positivas nesta fase de reestruturação da empresa. Só parecem agravar a crise de gestão que está instalada na editora Sueca, ironicamente responsável pelo jogo Payday que também envolve invasões policiais… de outro género, é certo.