Poderá haver uma sequela de Detroit: Become Human

303

Até agora, nenhum jogo de Cage recebeu uma continuação ou sequela.

Regra geral, os jogos de David Cage e da Quantic Dream costumam ser histórias únicas. Contudo, dado o sucesso de Detroit: Become Human, o produtor visionário pode abrir uma excepção. Pelo menos ficou essa ideia no ar numa recente entrevista com fãs.

Na nossa análise, dissemos que em Detroit: Become Human “as nossas decisões e consequentes desenlaces nas mais diversas fases, são o verdadeiro ponto positivo” e que “o seu aspecto visual é dos melhores que encontrarão num videojogo a correr numa PS4 ou PS4 Pro”. Por isso, muitos ficaram na expectativa do que David Cage poderia trazer a seguir.

Como no passado as sequelas nunca fizeram parte dos planos da Quantic, foi surpreendente que num comentário no Reddit, o produtor desse a entender que esta tendência podia mudar. Uma sessão de perguntas e respostas com fãs nesta rede social, pelo menos deu a entender que um Detroit 2 não estava totalmente de parte.

Cage disse que “trabalhariam numa sequela se tivessem ideias, paixão e entusiasmo para o fazer”. Adiante, o produtor acrescenta que “nunca quiseram fazer sequelas para apenas ganhar dinheiro fácil”. Detroit, por seu lado, pode ter aberto uma excepção, uma vez que “há imensas histórias que poderiam ser contadas neste mundo”.

É uma mudança de postura assinalável. Se uma sequela nos levasse de volta à companhia dos androides (os que sobrevivem, pelo menos), continuando a sua história, ou que acompanhasse eventos totalmente novos, haveriam fãs a aguardar, certamente.