Capcom Vancouver, responsável pela série Dead Rising, encerrada

206

Mais um estúdio com um longo histórico a desaparecer do panorama.

Nunca gostamos de anunciar estes encerramentos. Cada vez que um estúdio é encerrado, há mais uma porção de criativos no desemprego mas também se encerram anos de história nesta indústria. Agora foi a vez da Capcom Vancouver, os mentores da série Dead Rising.

Convenhamos que Dead Rising 4 não foi propriamente um sucesso comparado com os títulos anteriores e com as enormes expectativas da casa-mãe da Capcom. Há quem culpe a fórmula demasiado repescada do jogo e há quem aponte dedos ao mercado saturado de títulos do género. Seja como for, o estúdio responsável por este título, foi encerrado.

A confirmação veio num comunicado enviado ao site GamesIndustry.biz. De acordo com este comunicado, a Capcom “reviu os títulos em desenvolvimento pela Capcom Vancouver”, tendo decidido “cancelar os projectos deste estúdio, concentrando o desenvolvimento dos seus grandes projectos no Japão”. Assim, à data do comunicado, “o estúdio suspenderá operações, os trabalhadores serão despedidos e os escritórios encerrarão”.

Esta decisão vem no seguimento da ampliação dos seus estúdios-sede da Capcom em Osaka, num claro intuito de lá concentrar a produção dos seus maiores IPs. Anteriormente, a produtora e editora já tinha mencionado um prejuízo de 40 milhões de dólares em projectos cancelados neste estúdio.

Inicialmente conhecida como Blue Castle Games, a produtora Canadiana foi adquirida em 2010 pela Capcom depois do sucesso de Dead Rising 2. Em Fevereiro deste ano a gigante nipónica já tinha iniciado um processo de reestruturação deste estúdio que já tinha diminuído o estúdio em 30%. Agora, decidiu encerrá-lo por completo.

A mensagem da Capcom acaba por friamente “agradecer o trabalho árduo dos membros” para criar as séries Dead Rising e Puzzle Fighter (mobile). Contudo, o futuro agora é incerto para os 50 produtores e cerca de 160 trabalhadores neste estúdio.

E também é incerto o futuro da série Dead Rising. O IP pode simplesmente continuar na Capcom (é o que parece) ou ser vendido ou cedido, por exemplo à equipa original, um pouco como aconteceu com a produtora Io Interactive. Ficaremos atentos.