Call of Duty: Black Ops 4 factura 500 milhões de dólares em 3 dias

201

Apesar de algo divisor, o jogo goza de bastante sucesso junto dos fãs.

Se acham que a franquia Call of Duty está menos popular, se achavam que o jogo podia sofrer por outro colosso (Red Dead Redemption 2) ser lançado na próxima semana ou se ainda acham que a Treyarch não é a melhor das produtoras da série, surpreendam-se.

Apesar de ser o primeiro título sem modo de carreira a solo, apesar do modo “battle royale” não trazer grande novidade ao panorama e apesar dos nostálgicos reclamarem do tema futurista, o que é certo é que Call of Duty: Black Ops 4 está a vender bem.

Em apenas três dias após o seu lançamento, a Activision reportou 500 milhões de dólares em vendas, um feito se tivermos em conta que o antecessor Black Ops III rendeu 650 milhões de dólares em cinco dias. Esta marca equivale ao ritmo de vendas de WWII no ano passado, outro título francamente bem recebido e bastante popular e é quase o dobro das vendas do pouco popular Infinite Warfare de há dois anos.

Adicionalmente, a Activision reportou que o número total de jogadores nestes primeiro três dias bateu um recorde da franquia. E o mesmo parece ter-se passado no número de jogadores em transmissões em directo, tanto a transmitir como a assistir no Twitch.

Na nossa análise, dissemos que Call of Duty: Black Ops 4 “a oferta multi-jogador competitiva e cooperativa com zombies continua das melhores que irão encontrar por aí” e que “o modo Blackout é uma interessante visão do modo battle royale”. No entanto, achámos que a remoção do single-player foi “uma perda tremenda”. Mesmo assim, adorámos a experiência.