Em 2012 a Razer decidiu sair da sua zona de conforto, leia-se criação de periféricos para computadores, e decidiu arriscar na criação de um comando. O resultado foi um periférico, intitulado de Onza, munido de uma ergonomia algo estranha e de um analógico com uma resistência fora do normal. Acabando por ser alvo de críticas bem díspares, a marca das cobras decidiu apostar num novo modelo, tendo em conta todo o feedback dos fãs e das críticas especializadas. Chamou-lhe Sabertooth e pelo que temos usado até agora, é provavelmente o melhor comando 3rd party (não oficial) para uma consola. 

O Sabertooth, apesar de ser compatível com o PC, foi desenhado exclusivamente para a Xbox 360 e à primeira vista pode parecer semelhante com o comando oficial, mas isto é apenas em termos de tamanho e de posição dos botões. O comando possui uma ergonomia bastante melhorada, botões mecânicos, possibilidade de definir atalhos e ainda de configurar a sensibilidade dos analógicos.

Todo o comando é revestido com uma fina camada de borracha para melhor aderência e no canto inferior direito tem o famoso logotipo das três cobras destacado. Cada botão possui uma incrível acção imediata, sendo cada um deles activado à mínima pressão, com um simples clique que se assemelha mais a um rato do que a um comando. O próprio D-pad também recebeu uma grande reformulação, todos os botões direccionais são independentes e contam com um aspecto muito idêntico ao DualShock.
O comando não é wireless, possuí um longo cabo USB revestido a nylon e uma ficha O-Ring para evitar que se desligue o comando a meio de um jogo.

Assim que é ligado, um pequeno ecrã OLED, na parte inferior, revela o logotipo da Razer e através dos botões presentes ao lado deste ecrã, é possível configurar a sensibilidade dos analógicos e definir atalhos para os botões existentes. Isto porque o comando tem mais seis botões do que o normal. Dois deles estão presentes entre os gatilhos e os shoulder buttons. Já os restantes quatro encontram-se na parte de trás, onde podemos aparafusar umas pequenas peças no formato de meia lua onde os dedos médios encaixam e têm facilmente acesso a estes 4 botões extra.

Quando ligado à Xbox 360, estes botões adicionais servem apenas como atalho para os botões originais. Nem é possível fazer uma mini macro. Contudo, dão imenso jeito para acções rápidas. Podem definir acções como Reload, saltar ou até mesmo mudar de arma sem sequer tirarem os polegares dos analógicos, dando-vos uma clara vantagem sobre os adversários.
Imaginem, por exemplo, que um dos botões do d-pad são para curar, para não tirarem o polegar do analógico, podem definir esse atalho para um dos botões atrás.
Quando ligado a um PC, podem definir estes botões com o que quiserem, dentro do jogo. Se acharem que eles estão a mais, podem simplesmente tirá-los

O comando traz ainda uma bolsa de transporte forrada com esponja e compartimentos para todas as peças do comando, pelo que podem transportar tudo isto sem qualquer problema.

Veredicto

O Razer Sabertooth é uma excelente prova de que a Razer leva em conta o feedback dos fãs e das críticas para melhorar os seus produtos. Contudo, este comando custa em média 80€, ou seja são mais 20€ que o oficial da Xbox 360 e não é wireless. Não deixa de ser, no entanto, um periférico que faz toda a diferença no campo de batalha, com todas as suas funcionalidades, principalmente se jogarem first person shooters online.