Já há muito tempo que o Razer Raiju é a melhor opção para os jogadores mais exigentes da PlayStation 4. Agora, temos uma actualização deste comando modular, com grande nível de personalização e com botões adicionais. Razer Raiju Ultimate pode ser o vosso derradeiro comando da PS4.

Já conhecíamos bem o anterior Razer Raiju. Contudo, este nova vida foi desenhada para tornar este no comando mais modular de sempre da PlayStation 4, desafiando os limites de personalização. Ao contrário do seu antecessor, tem a possibilidade de escolher entre a ligação sem fios ou por cabo, faz-se iluminar com uma luz em volta do touchpad e podem alterar e guardar diversas opções no comando com a ajuda de uma aplicação para dispositivos móveis. Mas, há mais alterações ao Raiju que teremos de destacar.

Dentro da já conhecida bolsa de transporte, porém, temos um comando algo diferente do modelo anterior. Desta vez, temos extensores analógicos e D-pad adicionais que podem ser alterados livremente, mas já lá vamos. Ao pegar no comando, também notei imediatamente um peso acrescido, não demasiado pesado ao ponto de ser desconfortável. Esta maior robustez é muito bem vinda,  dando-nos a sensação que é resistente. De notar também que há uma ligeira mudança no design, mais evidente na base dos botões multimédia.

O revestimento de borracha texturizada garante que não terão problemas de “deslizes” em longas horas de jogo. Esta textura não é algo novo, tendo o próprio DualShock 4 uma superfície semelhante. Contudo, no caso do Raiju Ultimate, esta opção de design acaba por dar-lhe uma melhor tracção para segurar.

Em termos de formato, tal como o comando anterior, o novo modelo lembra-nos imenso o comando da Xbox. Pelas fotos, notarão que os botões presentes na parte superior, os gatilhos e os bumpers, também são semelhantes aos do Xbox Controller. Há só um ligeiro toque no design nesta nova versão, dando-lhe umas linhas ligeiramente mais rectas que no primeiro Raiju.

Curiosamente, os característicos botões com a marca da PlayStation também possuem umas diferenças. Têm uma pequena curvatura e estão colocados um pouco mais altos que no modelo anterior. Cada um destes botões possui o que a Razer chama de tecnologia mecha-tactile, que mistura a resposta dos botões mecânicos numa membrana de borracha. Isto atribui-lhes o “click” característico mas nunca perdendo o toque suave que estamos habituados do DualShock 4.

Noutra das principais diferenças com o anterior Raiju, é que este traz consigo a possibilidade de personalizar os sticks analógicos e Dpad. No caso dos analógicos, temos um mais alto e côncavo e outro convexo, dependendo do que preferirem usar em cada jogo. O tradicional D-pad com 4 sentidos, pode agora ser trocado por um de 8 sentidos, semelhante aos que estão presentes nos comandos da Microsoft. Este tipo de D-pad será mais indicado para jogos de luta, por exemplo.

A troca destas peças faz-nos lembrar um dos melhores controladores que temos memória, o comando Xbox Elite. Isto porque também no Raiju Ultimate as peças são seguras por ímanes. A melhor parte desta lógica é que os ímanes são bastante fortes e parecem só funcionar num ângulo específico. Isto faz com que as peças não caiam com facilidade, nem sejam colocadas de forma errada.

Se jogarem shooters gostarão de saber que regressam os limitadores de curso para cada gatilho. Desta forma conseguem disparar a vossa arma de forma quase instantânea. Outra funcionalidade importante para estes jogadores mais exigentes, é o facto de ser possível mapear os mesmos quatro botões adicionais, presentes na parte de trás e no topo. Nestes botões adicionais é possível colocar a acção de outros botões ou, então, atribuir combinações de vários destes botões. Excelente para macros simples, por exemplo.

O meu único contra para estes botões é que não podemos remover os que estão presentes na parte de trás como no anterior Raiju. Como são bastante mais largos, são pressionados várias vezes por acidente devido à simples pressão de segurar o comando. Para contornar este problema acabei por desligar por completo as programações destes botões. Seria interessante ter a possibilidade de os retirar como já foi possível no modelo anterior.

Para configurar tudo isto, podem usar a aplicação própria para dispositivos móveis que já mencionei.  Está disponível para dispositivos Android e iOS e permite personalizar os diferentes perfis do comando, a faixa de luz RGB presente no topo, os vários níveis de vibração, a sensibilidade dos analógicos e ainda o tal mapeamento dos botões adicionais que falei anteriormente. O interface é bastante intuitivo e simples. Configurar tudo isto pode ser feito em poucos segundos sem grandes problemas.

Por defeito, terão quatro perfis configurados para shooters, jogos de luta, desporto e corridas. Cada um destes perfis possui uma cor específica e que pode ser personalizada e pode ser trocado com um botão específico presente na parte inferior do comando. Na memória deste comando só podem ter 4 perfis de cada vez mas, na Cloud da Razer, podem guardar até 500. Tenham só atenção de identificar correctamente cada perfil para não ficarem perdidos no momento da escolha de qual querem carregar na memória.

Veredicto

A Razer não é uma fabricante principiante nestas andanças. E nota-se que esta nova versão do seu comando oficial da PS4 é uma clara evolução. O Razer Raiju Ultimate é mesmo o que pedimos de um comando profissional, com um nível superior de personalização e capaz de agradar aos possuidores de PlayStation 4. As inspirações no Xbox Elite Controller são óbvias, mas é inegável que só favorecem o comando. O que talvez possa afastar os potenciais compradores é o seu elevado preço de 200€. Contudo, os mais exigentes ficarão certamente bem servidos.