Todos nós conhecemos a contribuição da Razer com os periféricos para computador: Ratos, Auscultadores, Teclados e até mesmo software. Mas agora a Razer também está focada nos gamers dedicados a consolas, primeiro com o Sabertooth, que é o melhor comando não oficial para uma consola e agora com os Kraken para a Xbox One

Desde o lançamento da linha Kraken que têm saído vários modelos. Por cá, analisámos a Chrome Edition, a versão mais recente para PC e provou ser um produto de grande qualidade para qualquer utilizador, mas os possuidores da Xbox One também precisam de um bom headset e é aí que este modelo entra.

Aqui entre nós, que ninguém nos ouve, apesar da caixa indicar um exclusivo da consola da Microsoft, estes auscultadores também são compatíveis com a PS4, Wii U ou qualquer outro dispositivo.

Comecemos então pelo design. Como podem ver pela foto em cima, o design destes Kraken não varia muito dos restantes modelos, há algumas variações claro, mas nada muito acentuado. Neste caso em concreto, o microfone é maleável para posicionarem de acordo com o vosso gosto, mas não é retráctil. Funciona como uma alavanca, dando um clique quando chega ao seu limite. Infelizmente não desliga quando recolhido, mas não é preocupante.

Os auscultadores utilizam o habitual preto mate com alguns pormenores a verde. O fio, por exemplo, é todo revestido com uma espécie de borracha para evitar que se embarace e utiliza o típico verde fluorescente da marca, conhecido por neon green. Em cada “orelha” existe um logotipo da Razer, também a verde.

Como foi desenhado para a Xbox, este modelo traz consigo o adaptador para ligar ao comando com controlos para o som e para o chat. A versão oficial deste adaptador custa em média 25€ o que pode ajudar-vos a decidir no momento da compra.

A qualidade de som, como devem calcular, é melhor que o stereo headset oficial da Xbox One, mas comparando a outros Kraken, não é dos melhores. Falta-lhes um pouco de graves, tendo em conta que são colunas de 40mm. Nota-se principalmente em jogos de acção, mas não deixam de ter uma grande qualidade sonora. Os sons são muito nítidos, tanto em graves como agudos e com uma insonorização excelente, chegando mesmo aos 110db sem que ninguém do lado de fora vos oiça. A qualidade do microfone também não desilude. É nítido, não tem qualquer ruído e cumpre bastante bem o seu objectivo.

A dúvida que permanece é se o som estéreo é suficiente, numa fase que tudo é em Surround. Contudo, são mais versáteis que os Chroma Edition. Este modelo usa uma ficha comum de audio também conhecida por “Jack“, permitindo que sejam ligados a qualquer dispositivo, mas como não tem qualquer controlo de volume, terão de usar as definições do vosso dispositivo.

O conforto mantém-se inalterado. Após horas de jogos no Forza Horizon 2, não senti qualquer necessidade de os tirar para descansar. São muito leves e confortáveis. Aliás, tal como o Chroma Edition, estes Kraken diferenciam-se das outra marcas, porque o ponto de pressão fica exactamente nas orelhas em si e não nas têmporas, como é habitual. Isto ainda aliado ao facto de estarem revestidos com napa e com uma esponja bastante mole, torna-os ideais para quem usa óculos não fazendo, por isso, qualquer tipo de pressão nas hastes.

O seu preço também é simpático. Ronda os 90€ e tendo em conta que traz consigo o adaptador para o comando da Xbox One, que ronda os 25€, faz com que sejam uma excelente escolha no momento da compra, não esquecendo que têm uma relação entre preço e qualidade excelente.

Veredicto

Estes Kraken foram criados com a Xbox One em mente e são uma grande evolução para quem usa o Stereo Headset. Não só em qualidade de som, mas também em conforto. De salientar que o facto de serem estéreo, se dever principalmente ao adaptador por ter esse limite, não se trata de uma opção da Razer. Para finalizar, estes Kraken, em termos de som, não são os melhores da Razer, mas em conforto e com o preço simpático, não vão encontrar melhor para a Xbox One e podem ainda usar em todos os outros dispositivos.