Fomos conhecer os primeiros títulos de PlayLink

355

Fomos até Lisboa para conhecer em primeira mão os principais jogos da família PlayLink.

A convite da PlayStation Portugal, fomos até Lisboa para conhecer em detalhe os mais recentes títulos compatíveis com a nova plataforma PlayLink. Esta pode muito bem ser uma nova abordagem, em que os smartphones ou tablets são usados para jogar na PS4. 

Foi na tarde chuvosa de Quinta-Feira, no dia 23 de Setembro, que fomos até ao espaço conhecido como “Flat”, em Santos, bem no centro da Capital. Estivemos neste simpático espaço para experimentar os primeiros cinco títulos do PayLink. Entre eles, já conhecem o já disponível És tu!, mas também tivemos em mãos o Saber é Poder com a voz de Herman José, Singstar Celebrations, Hidden Agenda da produtora por trás de Until Dawn e, por fim, Frantics, um título com lançamento marcado para Março de 2018.

Como podem ver pelas fotografias, cada uma das divisões do “Flat” estava decorada a rigor para cada um dos títulos. A sala de Hidden Agenda, por exemplo, apesar de não se notar na fotografia, era um local escuro, para condizer com o ambiente deste thriller.

Antes de vos falar dos jogos em si, temos de explicar o conceito por trás desta nova plataforma PlayLink. Trata-se de uma forma de combinar o uso de um smartphone ou um tablet com a PlayStation 4 a nível de interface. Isto consegue-se através das capacidades dos touchscreens e das câmaras destes dispositivos.

Os títulos desta gama são, maioritariamente para jogar em família e vêm colmatar um problema comum que é a necessidade de vários comandos DualShock 4 para jogar com todos os convidados. Desta forma e tendo em conta que as pessoas estão mais familiarizadas com um smartphone do que com um comando, é mais fácil todos se divertirem e jogarem, com interacção mais intuitiva.

Brevemente, teremos uma análise de cada um dos títulos apresentados neste espaço. Até lá, posso descrever cada um deles para despertar o vosso interesse. Começando por Hidden Agenda, que é provavelmente o título mais ambicioso da gama PlayLink. Este thriller sombrio foi criado pela Supermassive Games e deixa-nos guiar a história através de várias decisões que teremos de indicar para guiar a história. Algumas dessas decisões podem até determinar a vida ou a morte de algumas personagens. No total, podem juntar-se até seis jogadores, que terão de estar de acordo nas decisões ou então usar alguns bónus para que possam decidir sozinhos algumas das opções mais importantes.

Noutro género completamente diferente, temos Saber é Poder, um título que pode ser jogado até um máximo de seis jogadores (e mínimo duas). Este jogo com a participação do “Grande Artista” Herman José, vai testar a vossa cultura com várias perguntas entre várias categorias. As pessoas que responderem mais depressa ganham mais pontos, mas há a possibilidade de distrair os adversários com alguns power-ups e evitar que esses sejam os mais rápidos.

Em relação ao título Frantics, infelizmente não nos foi possível experimentar por estar com alguns problemas a ligar aos dispositivos móveis. Trata-se de um título ainda em desenvolvimento com mini-jogos e a típica diversão de um jogo arcade. Aqui, podem juntar-se três amigos que irão encontrar vários desafios onde terão de combater, negociar ou até cooperar com os vossos amigos para que possam chegar à vitória. Veremos como se safa na versão final.

SingStar Celebration, dispensa qualquer tipo de apresentação. É um título de karaoke já conhecido desde a PlayStation 2. Com esta nova versão é possível jogar até um máximo de oito jogadores, todos eles a usar o seu smartphone ou tablet (se vos der jeito) como se tratasse de um microfone. Se tiverem uma câmara PlayStation, poderão dar uso a várias opções sociais, como partilhas de vídeos ou fotografias enquanto estão no “palco”, directamente para o Facebook ou Twitter.

Por fim, mas não menos importante, temos o primeiro título a ser disponibilizado dentro da família PlayLink: És tu! Este título só pode ser jogado com um mínimo de dois jogadores, até um máximo de 6. Aqui serão feitas várias perguntas cómicas sobre cada um dos jogadores para testar a vossa amizade, descobrindo ao mesmo tempo até que ponto o conhecem. Será que o vosso amigo, ao presenciar um assalto, iria confrontar o assaltante ou fugir? Esta é uma das perguntas entre as mais de 1000 presentes no jogo.

É inegável que estamos perante uma revolução em termos de jogos sociais, que promete transformar a relação dos jogadores com os videojogos. Independentemente da idade de cada jogador, o mais certo é que estará mais familiarizado com um smartphone do que um DualShock 4. Esse factor é determinante para umas boas horas de diversão entre amigos. E ajuda bastante o tom descontraído dos jogos projectados.

Como já disse, aguardem pelas nossas análises a cada um dos jogos. Teremos, com certeza, mais para falar sobre cada um deles. No que toca à nossa interacção nestes espaço criado pela PlayStation Portugal, porém, ficou claro que estes jogos são excelentes distracções lá para casa.