Depois do Razer Phone e do Xiaomi Black Shark é a vez da ASUS usar a sua linha de gaming para criar o ROG Phone. Este é um telemóvel que pretende ser o mais rápido e com melhor performance do mercado. E não se fica só por aí. Fomos conhecer esta nova máquina. 

A convite da ASUS Portugal fomos ontem até à ComicCon 2018 em Algés para conhecer em primeira mão este novo ROG Phone. E, como qualquer produto da linha Republic of Gamers, também o telemóvel possui as características de umtopo de gama, aquele design agressivo e a famosa luz RGB que pode ser personalizada ao gosto de cada um.

A apresentação foi feita por André Gonçalves, responsável pelas relações públicas da ASUS Portugal. O André não só deu a conhecer o novo mote da marca “For Those Who Dare” (“para aqueles que se atrevem”, numa tradução livre) como também teve tempo para explicar como este telemóvel será o que chama de “game changer” na indústria.

Em termos de especificações, conta com o poderoso processador Qualcomm Snapdragon 845. Contudo, este apresenta-se com uma melhoria de velocidade, atingindo os 2,96 GHz, em vez dos normais 2,8 GHz. Em termos de GPU, o telemóvel conta com um chip Adreno 630. Junte-se a isso os 8 GB de RAM, 512 GB de armazenamento e uma bateria de 4000 mAh com suporte para carregamento rápido e já estamos impressionados.

O ecrã em si é AMOLED com 6” com uma resolução de 2160 x 1080. Já agora, este é o primeiro ecrã com uma taxa de refrescamento de 90Hz, com um tempo de resposta de 1ms e até tem suporte para HDR. As câmaras deste ROG Phone são as mesmas presentes na linha ASUS ZenFone 5, contando também com um sensor frontal de 8 MP e dois sensores na parte traseira de 12 MP e 8 MP cada. Na parte frontal existem duas colunas de som que garantem uma melhor qualidade sonora para jogos e multimédia. Além de tudo isto, temos também um já muito popular leitor de impressões digitais.

Como se não chegassem todas estas características impressionantes, o ROG Phone conta ainda com 2 portas USB-C para ligações exteriores e carregamento, uma na parte inferior, como qualquer outro telemóvel e um na lateral. Esta decisão deve-se maioritariamente ao mercado-alvo deste dispositivo: os jogadores. Quando estão a jogar com o telemóvel na horizontal, esta nova entrada permite carregar o telemóvel ao mesmo tempo que jogam sem ter cabos a interferir na base enquanto seguramos o telemóvel.

Tratando-se de um telemóvel dedicado a gaming, é de esperar que aqueça mais que o normal. A ASUS teve atenção a este pormenor e, não só criou uma tecnologia que consegue retirar o calor de vários componentes em simultâneo, como ainda promete dissipar o calor 16x melhor que um telemóvel normal. Esta tecnologia de Vapor Chamber é muito conhecida em outras aplicações, mas julgamos ser a primeira vez que é usada num telemóvel de fábrica. O telefone tem ainda algumas partes construídas em carbono para melhor afastar o calor dos componentes mais sensíveis ou das nossas mãos. Mas, ainda é possível combater melhor o calor.

O acessório do telefone que podem ver na imagem projectada em cima, vem incluído com o ROG Phone e é mesmo o que estão a imaginar, um cooler externo activo. A ASUS chama-lhe “AeroActive Cooler” e activa uma ventoinha adicional para ajudar a arrefecer o chassis.  Infelizmente, se o quiserem usar, terão de fazer uma cedência. Este cooler liga-se na entrada USB-C lateral mas, em contrapartida, disponibiliza uma outra entrada USB e uma nova tomada jack de 3,5mm para ligar auscultadores ou auriculares.

Para além deste add-on de arrefecimento foram apresentados mais três acessórios oficiais dedicados ao ASUS ROG Phone, todos para garantir a melhor experiência de jogo. Contudo, estes outros dispositivos e acessórios são todos vendidos em separado do telefone.

O “TwinView Dock” é uma doca compacta que adiciona uma bateria extra de 6,000 mAh e um ecrã para expansão. Este ecrã, segundo a ASUS, poderá ser usado para interagir com os seguidores quando estiverem a fazer stream, ter um segundo jogo aberto ou quem sabe, estar nas redes sociais enquanto jogam.

Outro produto disponível surge de uma parceria entre a ASUS e a Gamevice, uma fabricante já habituada nestas andanças. O dispositivo coloca um comando de cada lado do telemóvel, oferecendo botões físicos para controlo dos diversos jogos.

O “Mobile Desktop Dock” é provavelmente o dispositivo extra com maior potencial. Trata-se uma outra doca mas com mais portas de ligação disponíveis, entre USB, ethernet e uma saída HDMI para ligar a um monitor ou televisor. Na breve demonstração, o André jogou um pouco para mostrar os tempos de resposta nos controlos e também na imagem que passa para o monitor externo.

O melhor deste dispositivo é que podem jogar qualquer título disponível para o telefone, mesmo que este tenha sido feito a pensar em teclado e rato. Isto é feito através de um software próprio que permite mapear teclas como toques em qualquer local do ecrã. Pelo que vimos, é simples de configurar e funciona muito bem.

Com o tempo acreditamos que as produtoras adaptem alguns dos seus jogos a estes dispositivos e aos conceitos criados pelo ASUS ROG. Como é evidente, este possível interesse também irá depender da popularidade deste telefone.

E essa popularidade será dependente do preço deste dispositivo e dos seus acessórios. Nesta apresentação, não tivemos uma resposta concreta. Contudo, ficou no ar a promessa que o ROG Phone ficará disponível por cá no final de Outubro, incluindo o acessório AeroActive Cooler. Talvez nessa ocasião tenhamos mais informações quanto ao preço.