Mais infoProdutora: CapcomEditora: CapcomLançamento: 29/05/2018Plataformas: , , Género: ,

A série Street Fighter celebra este ano o seu trigésimo aniversário e a Capcom decidiu comemorá-lo em grande estilo. Para isso, temos  Street Fighter: 30th Anniversary Collection uma antologia que junta 12 títulos da série num só disco.

Esta é uma das poucas séries que recebeu, ano após ano, várias edições e colectâneas e mesmo assim consegue manter o interesse dos seus fãs. A jornada começou no longínquo ano de 1987. Curiosamente, o primeiro jogo que nos apresentou Ryu e Ken não foi, de todo, o melhor título da série. Contudo, a Capcom não desistiu e, ao lançar uma sequela, acabou por criar um fenómeno sem precedentes. Desde então, os títulos Street Fighter que têm vindo a ser lançados deixam sempre uma marca na indústria. Esta colectânea, que vamos falar hoje, traz os melhores jogos desta série. Aqueles que nos faziam sair de casa para gastar toda a mesada no salão de jogos.

Street Fighter: 30th Anniversary Collection traz de volta o sentimento nostálgico dos seus melhores jogos, aqueles os que ajudaram a popularizar a série. No total são 12 títulos numa embalagem inédita. Desde o terrível Street Fighter de 1987, a colectânea apresenta cinco versões de Street Fighter II (World Warrior, Champion Edition, Hyper Fighting, Super e Super Turbo), os três Street Fighter Alpha e, por fim, as três versões de Street Fighter III (New Generations, Second Impact e 3rd Strike).

Todos estes jogos são representações perfeitas das versões lançadas nas arcadas, tendo o mesma jogabilidade e características desses títulos originais. No fundo, toda esta colectânea é um emulador que corre os jogos originais tal como foram criados e sem qualquer tipo de melhorias gráficas. Isto tem um lado positivo e um lado claramente negativo. É normal, por exemplo, que encontrem uma dificuldade acentuada. Isto tem um motivo curioso por detrás. É que, como qualquer outro jogo de arcadas, o principal objectivo era retirar-nos o maior número de moedas. Aqui, sem necessidade de colocar moedas, é só frustrante.

Felizmente, ao clicar no start, durante cada jogo, poderão aceder a um menu secundário que permite mudar a dificuldade ou treinar. Neste menu também é possível a apresentação de cada jogo, aplicando ou removendo as linhas características dos monitores CRT ou adicionando uma moldura clássica à volta do ecrã. Tendo em conta a época em que foram desenvolvidos, todos os jogos usam a proporção 4:3, mas se quiserem também podem ampliar a resolução horizontal para ocupar toda a área disponível. O resultado será um jogo “esticado” na resolução errada, como devem calcular.

Como são as versões originais, também incluem todos os seus truques para seleccionar as personagens secretas e desbloquear os modos escondidos, como jogar no formato a dois contra o CPU em Street Fighter Alpha 3. Esta é uma adição muito peculiar que, possivelmente, só os fãs mais acérrimos da série vão apreciar. Contudo, mesmo que não conheçam estes truques, esta colectânea oferece-nos uma lista de segredos através do menu de seleção, para tirar o máximo partido de cada jogo. Quem me dera ter esta lista lá nas arcadas…

Adicionalmente, há quatro títulos que suportam multi-jogador online. São eles: Street Fighter II Hyper Fighting, Super Street Fighter II Turbo, Street Fighter Alpha 3 e Street Fighter III: 3rd Strike. Todos estes jogos são excelentes escolhas que oferecem, não só tabelas classificavas, como também lobbies para que possam combinar lutas com os vossos amigos. Para os mais sérios, há ainda um modo de treino incluído nestes quatro títulos, para treinarem os vossos combos antes de se aventurarem neste desafiante modo multi-jogador.

Quando fizerem uma pausa nos jogos e tiverem mais tempo em mãos, irão encontrar uma opção no menu principal que é um enorme serviço aos fãs. Trata-se de um museu virtual de Street Fighter com um trabalho de selecção impressionante. Aqui encontram imenso material de produção, como os making of dos jogos já lançados e outro conteúdo valioso. Muitas das ilustrações que vão encontrar nestes extras, já agora, são inéditas. E para ajudar na navegação, terão uma linha temporal onde podem consultar e saber mais sobre cada um dos jogos desta série.

Mas, o que mais me impressionou foi a quantidade de informação que colocaram sobre todas as personagens que já marcaram presença na série. Não apenas mostram alguma breve descrição mas também a origem, detalhes curiosos como o tipo sanguíneo de cada um, por exemplo. O mais interessantes de ver é a evolução dos sprites de cada um, podendo comparar desde o primeiro título da série todas as mudanças que os lutadores sofreram ao longo dos anos. São pormenores deliciosos para qualquer fã da série.

Infelizmente, apenas o primeiro e segundo Street Fighter têm a sua história narrada e com legendas nas ilustrações que incluem comentários da equipa de produção. A restante série Alpha e Street Fighter III não têm esta informação precisoa. E, na minha opinião, seria interessante saber mais detalhes desses outros jogos, por exemplo, ao saber a razão que levou a mudar todo o elenco no terceiro jogo da série. Se calhar, é algo que nunca iremos saber, até porque esta pode ser a sua derradeira reedição.

Veredicto

Street Fighter: 30th Anniversary Collection é um jogo indispensável para qualquer fã e coleccionador da série da Capcom. Os mais sérios vão adorar regressar Às origens da sua acção e, com certeza, apreciar seu museu virtual. Os restantes vão encontrar a edição mais completa até à data, com reedição definitivas e versões inéditas que nunca foram lançadas nas actuais plataformas. Numa época de remasterizações e remakes, a Capcom decidiu seguir o caminho mais seguro e trazer de volta as versões originais das arcadas. Definitivamente, é a melhor forma de comemorar os seus trinta anos. Parabéns!

Partilhar
Artigo anteriorAnálise – Tennis World Tour
Próximo artigoAnálise – Vampyr